inverno do mundo

segunda-feira, 23 de junho de 2008 às 11:40

etiquetado como e

as ideias que rebentam no limite do abismo,
fogos-fátuos que iluminam a verdade remediada,
na penumbra do dia o esgar de um sorriso que sopra ventos de tempestade,
que dançam pelo sumptuoso, desejo incrível, a morte suculenta.


J

Publicar um comentário