sinónimo

sábado, 17 de setembro de 2011 às 14:03

etiquetado como

Os momentos que vi junto à janela
não voltam,
não crescem novamente,
— transplantados do meu peito para as tuas mãos
nos vales semeados em palavras
que separam as grandes montanhas de ser.



e não sei se quero o medo
a verdade do desconhecido
que Ela semeia em mim
com os restantes raios do sol
do mundo que desaba em si mesmo.



Um sorriso é apenas um sinónimo de música.



Uma frágil constituição dos astros que se mantém apenas naquele instante,
na faísca de um olhar, naquele relevo ou aglomerado de sombras.



quando procuramos a virtude na verdade,
esquecemo-nos sempre que a verdade é irmã do pecado.

Mas dança que a vida não espera por ninguém.



Tudo o que queria era que o passado se encontrasse naquela tarde com o sincero, com os dias que não consegues enfrentar, nas regras erguidas a cada lançar dos dados, sentir o rebentar das ondas que foge de mãos dadas com o vento. Sentir os dedos que nos erguem a face aos céus, nos nossos momentos de azul profundo.



Deixava-me dormitar na minha sepultura,
se esta dança fosse eterna.

Mas já passou demasiado tempo desde que te vi de sorriso aberto ao mundo.





J

2 Comentários:

Obrigado Violeta :-)

Publicar um comentário