Perdidos & Achados III

quinta-feira, 2 de agosto de 2012 às 14:44

etiquetado como

Os incêndios extinguem-te os olhos, furam a pele naquele abraço absorto só para te levar todo o ar dos pulmões. A terra alastra na garganta. A negra tez. As cicatrizes.

Quando descobrirem o meu cadáver a única parte de mim que irão reconhecer serão os meus ossos deixados na vertente imaginária do espírito, do ébrio consciente da fogueira, nas achas e no ar nocturno — o teu rodopio de cintura.

o oxigénio evade-me os sonhos,
sou negra visão futura
— desembrulham-me o novelo de veias, meu e teu
descobrem tesouros,
                   tormentas de latão.

A luz pinta-me monstros na face — descobre-os?
e subitamente oiço a sombra do meu coração.


J

Publicar um comentário