miscelânia

quarta-feira, 5 de março de 2008 às 00:11

etiquetado como


Saul Williams - List of demands
amarrado por correntes de lama, as torrentes de palavras chilreavam-lhe nos tímpanos, vozes que explodiam em fogos de artifícios, foguetes e a conduta imprópria regada a gasolina, empurrada para debaixo do tapete, na sala da casa inclinada que ficava no topo da colina - aquela do cipreste vergado pelo vento - junto ao cemitério onde as velhas se encontravam para desenterrar os ossos dos filhos, calejados da guerra, que desistiram e se tornaram pó das suas recordações.

all i'm saying, pretty baby... lala love you, don't mean maybe. yeah.

gastaram as fitas, os rolos intermináveis de látex preto, deitados nas toalhas, alegres no por do sol, nascer da lua, quando o mar tragava mais um navio no japão, despreocupados e entorpecidos pelo calor das fornalhas que funcionavam sem parar, levando famílias a reencontrarem-se no sabor do inferno, sem saber sequer se seriam sereias, abandonadas à sua sorte nos vendavais que vergaram o velho cipreste.

pintava-te em paisagens claras, eternas, queimadas nas palmas das mãos, por detrás do teu sorriso, perdidas enquanto dormia, enquanto espreitava o futuro através da fechadura, cadeado nos dedos.

frutas, fragrâncias doces. e os dentes podres que ainda hoje se alimentam da tua tábida paixão.


i got a list of demands written on the palm of my hands...
then i took your picture out and taped it to my heart...


*coff*



J

Publicar um comentário