Perdidos & Achados I

quinta-feira, 26 de julho de 2012 às 09:48

etiquetado como

Desce
e cresce nos dedos
a noite
de sonhos fantástica
o sono
cortado, separado pelas linhas
da loucura voraz
e a luz brota nos sítios onde plantaste as mãos.

Abraço
o cansaço da boca
frágil
amarrada à mentira
fácil,
a felicidade na montra
de vidro frio
onde as veias translúcidas não servem de câmbio.



Fecho os olhos e cauterizo os lábios.



J

Publicar um comentário